Os perigos da Alemanha

Certamente a Alemanha é um dos países mais seguros do mundo. Parte dessa sensacão de seguranca acaba por ser emanada das pessoas que vivem aqui. Os alemães – e aqui me atrevo a dizer “os berlinenses”, porque em Berlin vive um bocado de estrangeiros que incorporaram o estilo local – nunca deixariam de pagar o bilhete do metro só porque não há fiscalizacão. Um casaco pode ficar escorado por horas no banco de um bar que ninguém o pegará. É possível, de dia ou à noite, andar na rua sem estar agarrado à bolsa. Ninguém vai tirar do lugar algo que não lhe pertence. Isso tem a ver com um sentimento individualista, mas também – e, talvez, principalmente – do entendimento do que é público: aquilo que não pertence só a um, mas a todos e a ninguém, ao mesmo tempo.

Apesar da seguranca quanto às pessoas, há coisas na Alemanha que tendem a ser perigosas, especialmente para alguém que não está acostumado com a dinamica de uma terra tão diferente. Parte dessas coisas tem a ver com o fator climático – que hoje me faz entender porque as pessoas quase não sorriem quando está frio. Outro segmento está associado com a flexibilidade e equilíbrio corporal – e não venham me dizer que todas as carcaças humanas são iguais!

1. Neve

Caminhar na rua enquanto a neve está acumulada é fácil. Aquele gelinho branquinho ainda está fofo, deixando o pé afundar o suficiente para ter a estabilidade necessária e manter o corpo ereto. O problema é quando pára de nevar, a acumulacão fica escassa – em especial, onde pessoas e transportes trafegam – e o que era fofo trona-se escorregadio. O gelo é traicoeiro – e os hematomas espalhados pelo meu corpo podem provar isso. O gelo é sujo: não há maneira de manter água congelada límpida por onde todos pisam e carros passam.

2. Escadas

A anotomia das escadas alemãs devem combinar perfeitamente com quem nasceu aqui. Os degraus são mais altos e um pouco mais largos. Para um alemão, é fácil subir ou descer escadas correndo – até porque, andam rápido e parecem sempre com pressa. São poucas as escadas onde há uma espécie de lixa na ponta para segurar os mais desequilibrados. A combinacão de escadas e neve fica ainda mais perigosa, considerando também que as rolantes externas ficam desligadas se o tempo não está bom.

3. Telhados

Tudo sempre comeca com a neve. Ela se acumula nos telhados e nas sacadas dos prédios. Quando chega a hora de limpar, a melhor maneira para fazer isso é jogá-la para baixo. O que caiu do céu como floco, despenca na calcada em forma de gelo. Verdadeiras pedras que machucam de verdade. Se o sol aparece, inicia um festival de precipitacão artifical que atinge transeuntes.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Durante

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s