Aqui na Alemanha…

… tratam-se os cachorros como gente. Eles entram em supermercados, lojas de roupas, restaurantes e no transporte público. Não necessariamente usam coleiras, mas sabem muito bem como se comportar em qualquer um desses lugares.

… cerveja é considerada alimento. E o pior é que alimenta mesma. Qualquer cerveja alemão, por mais vagabunda e barata que seja, faz com que as cervejas brasileiras se parecam mais com água suja com cevada engarrafada.

… o transporte público nunca atrasa. O máximo que me ocorreu foi o metro travar por dez minutos porque algum problema ocorreu na linha. É comum que os trams (bondes) cheguem um ou dois minutos antes do horário que deveriam.

… pedestre espera o sinal verde para cruzar mesmo que não venham carros. À noite, até há gente que atravessa a rua com sinal vermelho, mas não é uma coisa muito comum. Se há criancas esperando na calcada para cruzar a rua, ninguém se atrave a dar um passo para frente antes que a sinaleira permita.

… há faixas de pedestres retas e na diagonal, para cortar caminho ao atravessar.

… sempre dão troco. Mesmo que seja 1 centimo.

… há pelo menos quatro tipos de lixeira, e espera-se que todos separem o lixo dessa maneira: Plástico, papel, vidro e organico. Já vi lixeiras que separam vidros e plásticos por cor (verde, transparente, preto, etc e etc). Às vezes tem diferenciacão para papel e papelão também.

… se voce compra um produto numa loja e depois se arrepende, não tem problema. Volta lá que te devolvem o dinheiro ou extornam do cartão. Nada de pegar vale-compra para trocar na mesma loja. O dinheiro é seu, voce não quer o produto, te devolvem. Simples assim. Aliás, isso não ocorre só na Alemanha, mas na Europa toda. Aqui consumidor realmente tem direitos.

… pelo menos 50% das pessoas que estão no metro/tram/s-bahn estão lendo. Livros, revistas ou jornais. Alguns usam tablets para ler.

… não existem assentos ou filas especiais para idosos ou gestantes. E não é comum as pessoas cederem seu lugar. Esperam na mesma, como os demais.

… é impossível trocar uma nota de 500 euros. Até no banco negam. Tem várias lojas que já avisam em placas que “não tem troco para 500”. O único jeito (descobri recentemente) é comprar alguma coisa na Zara. Lá eles trocam 🙂

… se voce está na rua com problemas, perdida ou buscando informacão, chega em alguém e pergunta. Ninguém nunca vai parar para te ajudar “do nada”. Tem que pedir, sempre.

… a maioria dos alemães considera que escovar os dentes mais de uma vez por dia faz mal.

… os alemães são sempre pontuais.

… os alemães “rapam” o prato por maior que ele seja.

… mulheres e homens arrotam em público.

… é melhor assoar seu nariz mesmo em público do que ficar “fungando”. Alemães odeiam pessoas que fungam. Assoa o nariz logo, por mais constrangedor que isso pareca ser.

… as pessoas necessariamente não foram filas. Todos sabem quem chegou antes, então não precisam ficar um atrás do outro. É uma coisa meio óbvia e funciona super bem. Claro, todos respeitam.

… a rua é tratada como parte da casa. É normal deitar na calcada, fazer topless no parque ou pique-nique em qualquer pedaco de grama.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Durante

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s