1 euro

Tinha uma moeda de 1 euro no banco do metro. Estava bem no cantinho, na costura do estofamento, entre o encosto e a parte onde se senta. Logo que eu entrei no vagão, eu a vi. Moedas de 1 euro são reconhecíveis à distancia. Creio que o material do qual são feitas é algo especial e caro, que brilha, dificilmente suja e mantem a moeda, mesmo velhinha, com aspecto de nova. Mas bem, vamos voltar ao euro do metro.

Os bancos desse metro não são comuns, daqueles enfileirados um a frente do outro. Os bancos são compridos e se estendem pelas laterais, de modo que quem senta fica com a cabeca encostada na janela. Tinha muito espaco para sentar quando entrei. Me afastei um pouco do pedacinho de banco onde a moeda descansava. Fiquei observando: Será que alguém vai pegar?

Uma mulher loira, de bolsa branca, sentou por cima da moeda. Ou não viu, ou não deu bola. Tres estacões depois, a loira levantou e saiu. A moeda, continuou viagem. Notei que algumas pessoas notaram o euro. Mas ninguém simulou uma tentativa de resgate (ou seria roubo?). Apenas olhavam e depois voltavam a ler seus livros ou mexer nos seus celulares.

Finalmente chegou minha estacão. Desci, mas antes verifiquei a moeda. Ainda lá. Aliás, deve estar no mesmo lugar até agora. É difícil alguém pegar o que não é seu por aqui, mesmo que seja dinheiro. E, convenhamos, se tratando de 1 euro, que não serve para comprar grande coisa, ninguém vai fazer isso, pelo menos não em público. Talvez, à noite, o vagão esvazie e daí alguém recolha a moeda.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Durante

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s